Bem-vindo ao Grupo Vio Móveis para Escritório
Diferenças entre MDF e MDP
Lockers Inteligentes

Móveis de escritório em MDF ou MDP qual escolher?

Móveis de madeira: Diferenças entre MDF e MDP

Muitas pessoas pensam em decorar suas casas e escritórios com móveis de madeira, afinal, os móveis deixam o ambiente aconchegante e funcional. Entre as matérias primas encontradas no mercado, a madeira é uma das que mais gera dúvidas.

Móveis de madeira natural são ambientalmente incorretos além de ser muito caros. Como forma de solucionar essa questão foram criadas as chapas de MDF (Medium Density Fiberboard - Fibra de Média Densidade) e MDP (Medium Density Particleboard ou Painel de Partículas de Média Densidade).

Esses materiais são obtidos a partir da prensagem de partículas ou fibras de madeira de reflorestamento. Mas você sabe quais são as diferenças desses materiais? Estamos aqui para solucionar as dúvidas e te ajudar a escolher o tipo de móvel mais apropriado para sua casa e principalmente para o seu escritório.

Quais são as principais diferenças?

As principais diferenças entre o MDP e o MDF é que no móvel de MDP são utilizadas partículas de madeira em camadas, ficando mais finas na superfície e as mais delgadas no miolo. No MDF as partículas e fibras se aglutinam.

Nos dois casos o resultado são painéis de madeira de média densidade, com a mesma resistencia.

Principais características MDF

O MDF possui uma superfície uniforme e sua porosidade é baixa, essas características fazem com que o móvel possa receber acabamentos em pintura, adesivos e colagens.

Muitas pessoas acham que o MDF é mais resistente, mas a afirmação não pode ser dada como certa. O móvel ser mais compacto não é sinônimo de mais resistência, seja à cupins, ou à água.

Em móveis para ambientes úmidos é preciso saber que existem painéis apropriados, já que as fibras da madeira ao absorverem umidade, irão inchar.

Principais características do MDP

No MDP existem três camadas de madeira: um cavaco fino superior, um cavaco grosso ao meio e um cavaco fino inferior. Essas camadas agregam estabilidade ao móvel já que são as três prensadas em alta temperatura.

Esse tipo de móvel é bom para projetos de linha reta/plana, como caixas, prateleiras lineares e portas, que não possuam cortes ou marcações em baixo relevo.

Países da europa costumam usar mais o MDP, a indústria moveleira utiliza preferencialmente o MDP.

Qual é o mais aconselhado?

Para móveis para escritório os materiais mais usados são os feitos de MDP. A sua composição com madeira maciça confere uma maior durabilidade. Ele é uma ótima opção para quem costuma se mudar muito, ou que gosta de mudar os móveis de posição. Ele tem uma resistência maior na hora da montagem e desmontagem se compararmos ao MDF.

Ele normalmente é utilizado para compor a parte interna dos móveis, tampos e painéis devido à resistência.

Leia também: O uso de armários lockers inteligentes com abertura via celular